OBA: Brasil nas Olimpíadas Internacionais de Astronomia

 

As Seletivas da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica de 2020 já estão rolando, que os melhores alunos do Brasil estão se preparando para representar nosso país na OLAA e IOAA.

A OBA (Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica), há anos, tem feito um trabalho muito legal no Brasil de levar o conteúdo científico para escolas de todos os estados. As primeiras provas são realizadas na própria escola e as outras etapas vão acontecendo conforme os alunos vão se classificando. Assim, eles podem competir internacionalmente.

O Presidente João Canalle, astrônomo do Intituto de Física da UERJ, teve a iniciativa com o apoio do Governo, que agora se fortalece até mais com o Astronauta Marcos Pontes como Ministro da Ciência e Tecnologia, já que o mesmo já mantinha uma boa relação com o Professor Canalle e a OBA.

O projeto também conta com um planetário inflável, que viaja por todo o país em eventos e escolas, levando o ensino de astronomia para o público de todas as idades. Projeção imersiva, palestras e oficinas fazem parte do que adultos, jovens e crianças participam para aprender mais à respeito.

Este ano, a OLAA (Olimpíada Latino-americana de Astronomia e Astronáutica) e a IOAA (Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica) vão acontecer aqui no Hemisfério Sul, respectivamente, no Equador e na Colômbia.

Acompanhe no vídeo um resumo do que rolou nas Seletivas de 2020.

Compartilhar:
Loading Facebook Comments ...

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.