Físicos conseguem “segurar” átomos pela primeira vez na história

“O que nosso trabalho fez foi a primeira vez que esse processo básico foi estudado de forma isolada, e tivemos vários resultados surpreendentes que não foram esperados pelas medições anteriores em grandes nuvens de átomos”, disse Marvil Weyland, quem chefiou o experimento.

Pesquisadores da Universidade de Otago, na Nova Zeçândia, fizeram história ao conseguir “segurar” átomos no mesmo lugar para observar a maneira como interagem. Foi a primeira vez na história que esse processo foi realizado com sucesso, e o experimento foi registrado em um artigo publicado no Physical Review Letters.

“Ao trabalhar nesse nível molecular, agora sabemos mais sobre como os átomos colidem e reagem entre si. Com o desenvolvimento, essa técnica pode fornecer uma maneira de criar e controlar moléculas únicas de produtos químicos utilizados ”, explica Weyland.

O que pôde ser observado foi a energia liberada pelo estímulo provocado da liberação de energia de três átomos se aproximando uns dos outros para formarem uma molécula.

Mikkel F. Anderson explica como o processo foi feito. “Nosso método envolve a captura e o resfriamento individual de três átomos, a uma temperatura de cerca de um milhão de Kelvin (negativos), usando raios laser altamente focados em uma câmara hiper-evacuada do tamanho de uma torradeira.”, ele diz.

Estudar de perto a formação de uma molécula é muito importante para ensinar aos cientistas como criar novos tipos de materiais, o que possibilita um avanço significativo na ciência e em meios de produções.

Compartilhar:
Loading Facebook Comments ...

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.