[Crítica] E esse filme da Capitã Marvel?

Enfim lançou a produção da mais nova heroína que a Marvel trás para o MCU. Carol Danvers ganhou vida sendo interpretada com excelência por Brie Larson, mostrando que a Marvel tem um bom time feminino chegando nas telonas. Mas e todo esse hype que o filme tá ganhando? Merecido?

Minha nota? 3 de 5 estrelas.

Confesso que fiquei muito empolgado conforme o tempo vinha se passando. Queria imaginar como a Marvel faria uma heroína classe B/C se tornar a mais top dos tops no MCU. Ah, e se você não sabia que ela é uma heroína classe B/C nos quadrinhos, nem vem discutir. Você não tem moral pra isso.

Acontece que houve um erro aí. Não sei se por parte do super marketing da Marvel ou da galera fanboy(girl) que, na maioria das vezes, NUNCA ouviu falar dela até ser anunciada nos cinemas e já ficaram todos ouriçadinhos. Mas o filme não cumpre com a promessa feita. Mas será que prometeu alguma coisa?

Vamos direto ao que interessa. O filme e é bem legal. A produção tá excelente, os efeitos incríveis e os personagens muito bem caracterizados e interpretados. A experiência deve ser melhor em uma boa sala de cinema, ressalto que eu tô, atualmente, em Arraial do Cabo. Assisti o filme em Cabo Frio, no Cine Araújo, no Shopping Park Lagos. Não gostei desse cinema. 3D zuado e o som tava muito baixo. Perdeu totalmente a emoção do filme. Mas enfim…

Eu me lembro bem de altos papos sobre ela ser a personagem mais poderosa do MCU. Depois de assistir, mal consigo imaginar ela batendo de frente com o Thor. Realmente, eu fiquei decepcionado. Deram um hype tão grande pra o filme que eu imaginei que seria um baita filme… Que não foi.

CLARO! É um filme de introdução de herói, não tava esperando nada no nível Vingadores. Mas pegar uma heroína com potencial de ter um filho e top e fazer um filme mediano não é algo que se perdoa muito fácil. Principalmente depois de toda essa propaganda de ser “a personagem mais top do MCU”.

Se você procura um filme de ação, não tem tanta ação nele. Representatividade feminina? Até eu que não curto essas militâncias achei que quase não teve (poderiam ter explorado melhor isso). Roteiro previsível e corrido. Não dá pra sentir a história se desenvolvendo bem, é tudo muito atropelado e certas coisas ficaram meio mal-explicadas. Eu entendi muita coisa, mas teve gente boiando.

Deixou a desejar. O que a Marvel poderia ter feito? Usado a fórmula que fizeram no Pantera Negra. É uma possibilidade. Introduzir o personagem direto num filme dos Vingadores e depois desenvolver uma história pra ele. Capitã Marvel explica umas coisinhas sobre o que rola no MCU, mas não muito. Provavelmente, não faria tanta diferença um filme dela depois de participar de um filme dos Vingadores.

Agora, dizer que esse é o melhor filme do MCU ou que é “incrível”, “de arrepiar”, e coisas do tipo, é forçar a barra.

SPOILER A SEGUIR!

Nem preciso de muito spoiler, até porque o filme não tem tanta coisa interessante pra isso. Mas uma das coisas que cortou meu barato, foi o ato de o filme mostrar que os Skrull são as vítimas da história. Então, por agora, bye-bye saga Invasão Secreta. Isso me deixou meio bolado, fizeram um lance bem estilo Mandarin, no Homem de Ferro 3 (que é um filme bem chatinho, por sinal).

O filme também introduz o Ronan, como já era esperado. Mas ele é totalmente irrelevante na história. Até dá a entender que ele tem planos para a Capitã Marvel, na última fala dele, na última cena. Mas é só lembrar que ele morre em Guardiões da Galáxia que você percebe que ele nunca voltou à Terra, como disse que faria.

Não vou me estender para falar das cenas pós-creditos, porque tenho certeza que você já conhece as duas. Agora eu quero saber quais as suas teorias sobre o que aconteceu com o Tesseract, pois ele estava sob domínio de Mar-Vell, para desenvolver um motor da velocidade da luz, depois (no fim do filme da Capitã) ele vai parar na mesa de Fury. O que você entende sobre a trajetória do cubo? Isso desde a época em que foi parar nas mãos do Caveira Vermelha e da Hydra até o momento em que foi parar nas mãos da Shield, e o resto a gente se lembra.

Compartilhar:

G.A. Oliver

O nerd mais sexy da internet! Blogueiro, músico, estudante de Física "Trabalho na OBA! (Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica) como planetarista". Instagram e Twitter: eugaoliver

Loading Facebook Comments ...

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.