Ghost in the Shell | Conheça o novo filme baseado em um mangá

Hoje estreou o trailer oficial do filme Ghost in the Shell, que estreará nos cinemas em 2017 e terá como título no Brasil “Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell”. Embora muitos conheçam, há ainda as pessoas que gostariam de assistir ao novo filme da atriz Scarlett Johansson, mas não sabem do que se trata o filme. Então, caso você faça parte dessa turma, conheça um pouco à respeito da história e depois assista ao trailer.

O mangá faz parte de um subgênero conhecido como cyberpunk, que mistura uma sociedade futurística de alta tecnologia e uma desordem social. Antes do atual filme, previsto para o ano que vem, apenas houveram adaptações em animações.

A história se passa no ano de 2029, uma época em que já se pode fundir o cérebro humano à computação. Há também policiais que trabalham em investigações da Comissão Nacional Japonesa de Segurança Pública, que é mais conhecida como Seção 9, e são especializados em combate a crimes que envolvem o uso da tecnologia. Apelidada de Major, a protagonista Motoko Kusanagi, que no filme é estrelada por Scarlett, desempenha uma função de líder da Seção 9. Por possuir um corpo de ciborgue, ela tem habilidades sobre-humanas, especializadas para atividades táticas.

A história contêm personagens como Batou, que no filme é interpretado por Pilou Asbæk. Esse é o segundo personagem mais habilidoso do filme (após Major). Ele é o homem com aquelas coisas nos olhos, que tenho certeza que, caso você já tenha assistido ao trailer, notou rapidamente e ficou com isso na cabeça.

Esse foi um resumo bem superficial da história de Ghost in the Shell, apenas para não te deixar totalmente perdido. Caso ainda não tenha assistido ao trailer ou gostaria de assistir novamente, agora com uma visão não tão leiga à respeito, assista a seguir:

Compartilhar:

G.A. Oliver

O nerd mais sexy da internet! Blogueiro, músico, estudante de Física "Trabalho na OBA! (Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica) como planetarista e faço parte do GFRJ (Grupo de Foguetes do Rio de Janeiro)". Instagram e Twitter: eugaoliver

Loading Facebook Comments ...

Deixe uma resposta