Game Of Thrones 8×02 – The Rightful Queen [Line de Séries]

Apesar de não haver sangue, guerra e gritaria, o episódio entrega diálogos sensacionais e um desenvolvimento fantástico que mostram todo o valor que a série tem.

Depois do episódio passado e toda a revolta que gerou a baixa qualidade dele, Game of Thrones se redimiu lindamente com o público. O segundo episódio da oitava temporada resolve e direciona e fecha muito bem a maior parte do desenvolvimento dos personagens, claramente deixando espaço para a batalha contra o Rei da Noite que já será na próxima semana.

Quando um episódio é ruim, é fácil falar dele. Porém, quando é bom, fica até difícil descobrir por onde começar. Do começo então. Jamie sendo julgado por seus crimes e tendo que lidar com seus erros do passado. Apesar de tudo que Dany falou pra ele, as melhores cenas foram Brann se lembrando do “coisas que fazemos por amor” e Brienne saindo em defesa de sor Jamie. O diálogo posterior dele e Bran também foi ótimo e intrigante, pois praticamente exemplifica toda a evolução dos dois, desde a torre. Mas aquela pergunta no final da cena me deixou com o coração apertado: “Como você sabe que haverá um depois?” Eu não quero que isso aconteça, mas estou me forçando a acreditar que o Leão Dourado não vai sobreviver até o final da temporada.

Arya e Gendry = que química (dá vontade né Jonerys?). As interações entre os dois foram de tirar o fôlego, Arya mostrando toda a sua coragem e Gendry mostrando seu valor, os dois se provocando nos diálogos, e a cena final? Arya Stark, você surpreendeu a todos nós.

As alfinetadas da Sansa e da Dany estão sensacionais. Ambas são mulheres fortes, conhecem o mal do mundo e tiveram que lutar pra conseguir o que querem. Nenhuma das duas vai ceder, mas é interessante ver a Dany e sua arrogância (típica dos Targaryen, contra fatos não há argumentos) sendo desafiados. Ela não esperava por isso e não acho que ela vá conseguir lidar com esse tipo de oposição, já que ela já deveria achar que Winterfell era caminho livre.

Tormund foi o alívio cômico desse episódio, foi revigorante ver ele fazendo piada, mesmo com tudo desmoronando ao redor deles, a interação dele com Brienne e Jamie também rendeu uma ótima cena, com ambos a apoiando. Nada mais justo, porque aquela mulher merece o mundo. Jon Snow ficou apagado, até dá pra se esquecer que ele estava presente. Tyrion foi injustiçado nesse episódio: ele cometeu um erro e Dany falou com ele como se ele não valesse nada, foi duro de ver. As opiniões são que estão estragando o caráter da Daenerys nessa temporada, mas e se não estiverem? E se ela só estiver mostrando quem é de verdade?

Com a chegada do Tollet, que é basicamente o único que restou da muralha e do Theon (destaque para o reencontro dele com a Sana e minha teoria de que ele vai morrer salvando algum Stark pra se redimir), a Batalha está prestes a acontecer. Domingo que vem é provável que eu volte aqui e alguém que eu citei acima já não estejam mais vivos. A pergunta é: morre Theon ou Jamie primeiro? 😉

Nota final: 4,7/5,0

Compartilhar:

Lais Alves

19 anos, se esforçando pra sobreviver em uma dessas cidades tumultuadas de São Paulo e tentando ser poliglota. Quer muito ser cinéfila, mas o interesse nos blockbusters acaba atrapalhando. Suas heroínas favoritas são, secretamente (ou nem tanto) a Feiticeira Escarlate e a Mulher Gavião e chora quando vê algum famoso na frente.

Loading Facebook Comments ...

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.