[SPOILER] Episódio final de What If faz um belo encerramento inesperado

What If é, com certeza, uma série que surpreendeu bastante os fãs, principalmente com os últimos acontecimentos. Muita gente não estava esperando que, em determinado ponto, fosse acontecer os eventos que explodiram nossas cabeças ao final do episódio 8, onde vemos O Vigia, fazendo um pouco além do que apenas vigiar.

A partir daí, diversas teorias começaram a surgir pela internet tentando adivinhar como terminaria essa história. Uma das possibilidades que mais mexeu com as cabeças dos fãs era de isso tudo se conectar ao universo cinematográfico da Marvel. E, se tratando na Marvel e de multiverso… Tudo é possível!

Finalmente chegamos ao episódio final desta temporada de What If, o que respondeu muitas questões, trouxe bastante ação e surpreendeu um pouco mais. Estão preparados?

[ALERTA DE SPOILER]

Nem todos haviam comentado, mas a própria série nos trouxe vários easter eggs de que todos esses universos mostrados teriam alguma conexão, e o ataque de Ultron nos confirmou isso.

No episódio final, “E Se… O Vigia tivesse quebrado seu juramento”, vemos a Capitã Carter e Natasha Romanoff juntas em uma missão. Isso nos faz entender que se trata do universo em que Nick Fury trouxe a Capitã de volta de outro universo (What If, ep. 1).

Essa cena é interessante por nos mostrar o quanto Carter e Steve se parecem até mesmo nos movimentos de luta. E a cena é bem parecida com o que encontramos, por exemplo, em Capitão América: Soldado Invernal.

E, a partir daí, o Vigia aparece para recrutá-la para a luta contra Ultron, e faz o mesmo com cada protagonista de cada episódio/universo diferente. Com uma única exceção de Gamora, que é recrutada de um universo especial, onde ela e Tony Stark (que não morre nesse!!) estão com Eitri (o anão gigante) forjando a manopla do infinito – provavelmente para lutar contra Thanos.

O que vemos então é uma iniciativa nova de heróis sendo formada, o que o próprio Vigia chama de Guardiões do Multiverso. E a interação entre eles, junto com o Doutor (muito mais) Estranho torna tudo mais interessante e divertido.

De maneira geral, o episódio nos trás a maior expectativa de uma destruição do multiverso que possa trazer consequências para o futuro do MCU, como acontece em Loki. Porém, tudo – de certa forma – se resolve ao fim. Poderia dizer que o episódio não trás tanta explosão de cabeça como é o caso do episódio 8, anterior a este, mas deixa algumas ideias bem interessantes em aberto para se resolver futuramente.

O que acontece com o Vigia?

Todos os episódios mostram que o Vigia fez um juramento de jamais interferir em qualquer situação no rumo das histórias de cada universo. Mas o que acontece com ele se quebrar o juramento?

Bem, sabemos que nos quadrinhos ele até que interfere bastante, então já era de se esperar que isso pudesse acontecer também na série. Mas o final não revela qualquer consequência contra ele, ou uma explicação no MCU. Logo, podemos nos preparar para possivelmente vê-lo novamente mais pra frente. Quem sabe… Em Doutor Estranho 2? Vale lembrar que ele teve uma grande participação nos quadrinhos contra o domínio do vilão Kang. Pensando assim, podemos até mesmo imaginar alguma pontinha de possibilidade que ele volte em Homem-Formiga 3, já que sabemos que o grande vilão será o Kang.

A volta de Natasha Romanoff

No fim, todos os personagens voltam para suas respectivas linhas do tempo, como se nunca tivessem as deixado. Mas é de se imaginar que suas memórias permaneçam com todos os acontecimentos da luta contra Ultron para salvar o multiverso. Porém, Natasha é a única que recusa a voltar para sua linha do tempo, sabendo que a mesma já não vale mais a pena por ter sido completamente destruída por Ultron.

Dessa forma, O Vigia a leva para outra realidade, onde Natasha está morta e a permite viver como a Viúva Negra na equipe dos Vingadores. MAS ESPERA!!! Ela morreu e simplesmente vai aparecer para eles como se tivesse voltado a vida? Sim.

Natasha já chega lutando e se unindo, aparentemente, aos Vingadores dessa nova realidade. Mas calma, aparentemente não é a 616 (realidade cinematográfica – principal). O próprio Nick fury a encontra no meio da batalha e mostra entender que essa não é a Natasha que eles perderam, mas uma Natasha de outra realidade. Ela simplesmente sorri em confirmação.

A história não mostra como foi o encontro dela com os outros vingadores, e nem mostra qual seria esse universo. Mas nos deixa uma pergunta em aberto: será que a Marvel está querendo nos dizer alguma coisa sobre a Natasha que morreu no universo cinematográfico? Eles querem trazê-la de volta?

Só sabemos que, depois da briga judicial entre Scarlett Johansson e a Disney, as coisas podem ficar um pouco mais complicadas (a Disney tende a ser meio vingativa).

Killmonger, Zola, Estranho e as joias do infinito

Durante a batalha, Ultron consegue reunir todas as joias, mas seus planos são impedidos quando Natasha encontra a flecha do Clint com o algoritmo Zola (que não sabemos como voltou para a flecha e o que aconteceu com o corpo Ultron que ele estava utilizando), e a lança bem no olho do próprio Ultron, permitindo com que Zola invada o sistema e tome total controle, exterminando Ultron da mesma forma que o mesmo exterminou J.A.R.V.I.S. em Era de Ultron.

Depois de ganharem de Ultron, um outro problema se aproxima. Guiado pela fome de poder, Killmonger pega a armadura de Ultron com as joias e se recusa a deixá-las. Mas é impedido de realizar alguma grande bobagem por Zola, que volta a religar seu corpo de Visão e começa a disputar a armadura com as joias. Nisso, o Doutor (muito, muito) Estranho consegue prendê-los em uma realidade alternativa reduzida – como a cidade engarrafada de Kandor – em algo que parece ser um loop eterno.

Mas o próprio Vigia e o (ultra-mega) Estranho entendem que mantê-los ali é muito perigoso. Assim, Doutor Estranho (demais) resolve permanecer isolado em seu universo destruído, vigiando a eterna disputa entre Killmonger e Zola. Mas é claro que eles não vão ficar ali para sempre (já que precisam ser vigiados para não sair do controle), e já que a Marvel gosta de ter histórias guardadas na manga.

E o que deixa mais visível é o comportamento muito estranho do Doutor (muito muito muito) Estranho ao se oferecer para ficar ali vigiando os dois, que estão em posse das joias do infinito daquela realidade. O que será que vai acontecer? Eles vão escapar ou o Estranho tem algum plano maléfico?

Vale lembrar que, assim como J.A.R.V.I.S. ainda estava “vivo” e foi transferido para o corpo de Visão, Ultron também pode estar vivo em algum lugar da armadura.

Acho que a pergunta não é “se”, mas “quando” vamos vê-los novamente. Mas, até lá, vamos criando nossas teorias e ver quem chega mais perto.

Compartilhar:
Loading Facebook Comments ...

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.